Minha Mãe...
 
Dioni Fernandes Virtuoso
 
O tempo,
tão ligeiro passou!
Mergulho nas minhas lembranças,
 da época que fui a feliz criança
e recordo daquela
que muito me amou.
Lembro dela no sofá da sala,
bordando o vestidinho na pala
para depois me presentear.
E aos domingos,
 ia na igreja com sua família,
muito faceira, por todos rezar.
Recordo das vezes
que ninou-me em seu colo,
assistindo suas costumeiras novelas,
em outras,
lidando com as panelas,
 contava-nos histórias
para o tempo passar...
O boa noite
era sempre com um beijo
e depois,
antes de adormecer,
eu ainda escutava
o barulhinho dos seus passos
a tudo organizar.
No outro dia,
já estava cedinho
aprontando seus filhinhos
 para o colégio levar.
E quando chegávamos
em casa,
haja ouvidos para a todos escutar.
Mas com muita paciência,
dava a todos sua atenção
e é por isso que, até hoje,
a trago tão viva em meu coração...
 
Criciúma/SC/Brasil
Maio/2012
Registro Nº: T 365 3368