MAMÃE


Maria Luiza Bonini


Aí, alem do horizonte
Onde pássaros, a chilrear
Seguem os sons das fontes
Venho juntar a eles meu cantar
Para dizer-te que, assim era antes
O teu dia ainda passo a festejar
E, driblando à própria morte
Beijo aquele teu retrato
Que me fita, ignorando o corte
Como a consolar meu orfanato

 

VOLTAR